Temporada 7 – Ronda 5 – Entrevistas Semana 1

 

Divisão Veteranos – Ccortega               

P- Ccortega muitos parabéns por este pódio! Esperavas um resultado tão positivo nesta pista?

R- Sinceramente esperava ficar entre p1 e p5.

 

P- Arrancaste da 4 posição mas tinhas o interior da pista para o S do Senna, tendo logo aí roubando o 2 lugar. Como foi o arranque? 

R- Fiz um excelente arranque mas treinei antes da prova “segredo da 4racing” no entanto no S do Senna dei um toque no caríssimo Jorge mas levantei o pé depois do meu pequeno erro.

 

P- Esta corrida foi atípica e chegaste a estar dois stints no comando. Chegaste a pensar que tinhas descoberto a fórmula para travar a série de vitórias do Pirulito?

R- Sabia perfeitamente que o Pirulito era mais rápido que eu e tinha a perfeita noção que ele iria poupar atrás de mim, ele é super rápido nos carros de grupo N.

 

P- Foi a estratégia que acabou por ser soberana, ou sentiste mesmo dificuldade em domar este carro? 

R- Não tive nenhuma dificuldade em dominar o combo a minha estratégia era muito idêntica ao do Pirulito.

 

P- Na próxima ronda arrancamos com a segunda metade do campeonato, com um carro Gr. N300 em Sardegna B. Já começaste a testar o Fugu Z?

R- Ainda não e por norma costumo dar umas voltas somente 2/3dias antes das provas.

 

Divisão 3A – andre-tvr

P- André que corrida imprópria para cardíacos! Estás contente com este pódio?

R- Claro que sim. Com este grupo de pilotos rapidíssimos que a nossa divisão tem e a minha dificuldade de arranjar tempo para treinar estes resultados são um mimo para mim.

 

P- Arrancaste da 4 posição e usaste o facto de teres o interior da pista para te colares ao UFT_DIOGOTYPER e ao CDTB_Rodlovasco. Foi muito difícil não deixar estes dois pilotos fugir? 

R- Até não foi. Houve ali situações em que tive de usar um pouco mais de motor para não perder o comboio, mas até estava com bom ritmo. 

 

P- Optaste por montar os médios no 2º stint e acabaste por ter alguma dificuldade na luta com os pilotos que estavam a rodar de macios, tenta caído para a 5ª posição. Porque optaste por esta estratégia?

R- Usei os médios no segundo stint precisamente para aproveitar os cones dos pilotos que tivessem com suaves, se é que faz sentido, e não no último para ter os melhores pneus no final.

Até acabei até por cair para sexto antes de entrar na box por causa da penalização que apanhei na entrada da reta da meta.

 

P- Quanto te vês, na volta 20, na 7ª posição, achaste que tinhas hipotecado a tua hipótese de conseguir ir ao pódio? Ou sabias que conseguirias tirar vantagem dos soft no último stint?

R- Pior, quando apanho a penalização pensei logo que já era, ou seja, em vez de sair da box em quarto ou quinto, sai em sétimo!

Tive que baixar a cabeça e atacar. A surpresa foi chegar ao Rodovlasco no final.

 

P- Vamos agora até Sardegna B com o Fugu Z, um carro N300. O que te parece este combo?

R- Não conheço o carro, mas sendo N300, prevejo mais uma corrida competitiva já que estes carros mais lentos atenuam a diferença de andamento dos pilotos.

Eu como até gosto de combos fora da caixa, acho que vai ser uma corrida divertida.

 

Divisão 4A – PTX_Boostedboy

P- Boostedboy que corrida INTENSA! Finalmente conseguiste uma vitória, depois de algumas corridas menos afortunadas! Foi treino, o combo ou muita sorte à mistura?

R- É verdade uma corrida bastante intensa mesmo, já era merecido depois de alguns azares nas corridas passadas lá consegui obter a minha primeira vitória, eu, o R_Filipe e os restantes pilotos da PTX Racing Team treinamos bastante para esta corrida e testamos várias estratégias, portanto já estávamos preparados, os restantes pilotos também estavam rápidos e por isso é que a corrida ficou interessante. 

 

P- Apesar do domínio, não se pode dizer que tenha sido uma corrida tranquila porque tinhas o R_Filipe_ e o ORT_Neospora e o falcaox7 todos à espreita a ver quem te conseguia passar… Sentiste a pressão?

R- Ir na frente sempre é complicado porque não podes forçar muito para não estragar a tua estratégia mas sentir pressão senti um pouco mas com o passar das corridas acaba por ser quase normal

 

P- No 2º stint deixaste-te ir atrás do falcaox7. Ias a tentar poupar combustível para tentar ganhar a posição nas boxes sabendo que o último stint seria mais lento por ser de médios? Nunca equacionaste alterar a ordem dos pneus para surpreender os teus adversários?

R- No 2 stint o falcaox7 decidiu ultrapassar, então fui sempre atrás dele a poupar combustível para tentar ganhar nas boxes contudo com isso o meu colega de equipa foi se aproximando de nós e era esse o objetivo também. Não pensei em alterar a estratégia porque já tinha definido a que fiz.

 

P- O final foi quase photofinish, tendo tu e o R_Filipe_ terminado a 80 milésimos um do outro, tendo as últimas curvas sido sempre lado a lado. Estavas com medo de cometer algum erro que te custasse a vitória?

R- Quando pus os médios já sabia que a coisa não ia ser fácil, de médios o carro tem um comportamento um bocado diferente, tens de ter cuidado com as travagens e as saídas das curvas também, quanto eu e o R_Filipe_ como sai mal da última curva pensei que perdia a corrida ali mas como tinha combustível que chegasse puxei a fundo pelo carro mas foi a risca.

 

P- Sardegna e mais um carro de estrada, o Fugu Z N300… Que te parece o combo?

R- Bem mais um carro que de certeza vai ser preciso muita técnica, a pista é que não sou muito fã mas vamos ver como vai correr.
Por fim quero deixar aqui um agradecimento à minha equipa que no final da corrida foi muito bom receber o conforto deles a felicitar pela minha prestação em pista, parabéns também ao meu companheiro de equipa e aos restantes pilotos.

 

Divisão 2 – PTM_TiagoAlmeida

P- Tiago foi uma corrida excelente da tua parte. Extremamente consistente e com uma estratégia bem definida que te deu um resultado muito positivo. Sendo uma das tuas pistas de eleição, achas que o teu conhecimento da mesma ajudou neste resultado?

R- Antes de mais, obrigado. É de facto o meu circuito preferido e isso facilita imenso o treino e entendimento das linhas e do circuito em si. Conseguir este resultado em Interlagos deixa-me mesmo muito satisfeito, até porque sem desprimor por nenhum dos restantes pilotos, esta temporada fazer P2 é como se fosse uma vitória. O Concepts está claramente num nível superior e inatingível, sem que existam fenómenos extra corrida. (ex. ficar sem net) Fazendo um paralelismo, o Concepts está para a Temporada 7, como o saudoso zzz_pt esteve para a Temporada 4.

Em relação à corrida, foi mesmo muito engraçada e intensa. Arrisco-me a dizer que terá sido das corridas mais intensas que já tive na Liga e olha que estou cá desde o início! Tiro o meu chapéu ao Pernas pela boa conduta em pista e respeito pelas linhas do adversário, que permitiu que tivéssemos umas 20 voltas (das 25 que durou a corrida) separados por meio segundo ou menos. Tivessem todos os pilotos este bom senso e consciência, e todas as corridas poderiam ter este nível e intensidade. No entanto, infelizmente, nem todos os pilotos conseguem ter essa capacidade. Nem sempre o estar numa divisão superior é sinónimo de inteligência, consciência e de bom senso.

 

P- Uma qualificação quase perfeita, tendo ficado a meras milésimas dos imJConceps na última volta. Ficaste satisfeito com o tempo ou sabias que conseguias mais? 

R- Diria mesmo perfeita, deixando cair o “quase”. Ter ficado a 20 e tal milésimas do Concepts é um atestado de qualidade à volta. Fiquei satisfeitíssimo com a volta e não, penso que não conseguiria melhor. Foi um personal best. O melhor que tinha feito era 1.44.2xx. O importante era mesmo sair o mais à frente possível.

 

P- Optaste por fazer o stint “do meio” de Médios, o que fez com que o imJConceps se tenha distanciado e que tenhas até, a certa altura, perdido posição para o LSP_LAUREANO25. Foi um risco calculado? Sabias que o pneu Macio para o stint final test iria trazer vantagens? 

R- A melhor estratégia para esta corrida, seriam 2 stints de 9 voltas com pneus suaves e 1 stint de 7 voltas com pneu médios. Fazer o stint de médios no meio ou no fim, acaba por ser indiferente pois o combustível será o mesmo em ambos os momentos. A minha ideia inicial era fazer 9+9+7, e sentia-me em condições de aproveitar a boleia do Concepts para até ir fazendo uma gestão diferente do combustível.

Contudo, acabei por ter uma corrida diferente do que tinha pensado, tendo estado envolvido em lutas (não grandes lutas, mas ter que fazer linhas diferentes, mais defensivas) desde o início, fez com que esse plano saísse furado. 

Sabia da dificuldade de ultrapassar neste circuito, onde é relativamente simples de defender. No miolo é muito difícil ultrapassar se o carro da frente estiver bem posicionado, e nas 2 rectas também acaba por ser simples de defender, abdicando de gestão de combustível, porque o piloto de trás terá que fazer também essa gestão.

Foi esse o motivo de não ter facilitado em nada a ultrapassagem ao Pernas. 

Ora, estando em luta directa com o Pernas não podia arriscar que ele saísse à minha frente depois da primeira paragem. Sabendo isso, e sabendo também que a paragem para Médios era mais rápida uns poucos segundos (por se meter apenas combustível para 7 voltas), tive que jogar pelo seguro e fazer essa paragem para ficar com a posição em pista e caso o Pernas fosse para Suaves fazê-lo perder o máximo tempo possível atrás de mim. Também não poderia arriscar o contrário, (meter suaves e sair atrás do Pernas com médios), pois ele iria tentar fazer também que eu perdesse o máximo tempo possível.

Dessa forma, a jogada mais inteligente seria jogar pelo seguro e meter médios. Aconteceu o Pernas ter feito a mesma opção, e termos novamente um stint bem emocionante, sempre juntos.

Posto isto, sim foi um risco calculado. Sabia que os suaves eram cerca de 1 segundo mais rápidos, por isso sim, quem os tivesse nesse stint ia ser mais rápido e nem valeria muito a pena tentar combater isso. Daí não ter sequer defendido quando o Laureano se aproximou e me ultrapassou. Sabia que ele estava de suaves. Sabia também que no último stint ele ia estar de médios e eu de suaves, e recuperia, com maior ou menor dificuldade, a posição.

 

P- Ao longo de toda a corrida tiveste a “companhia” do Pernas_TSM. Proporcionaram alguns dos momentos quentes da corrida, entre ataques e defesas. Sentiste-te confiante na tua condução, sabendo que é um circuito onde raramente erras, ou ainda houve alguns nervos pela intensidade da luta?

R- Nem sei bem como explicar a corrida de ontem. Que intensidade. Houve acima de tudo, uma grande compreensão entre ambos. Curioso o ritmo de ambos ser muito semelhante e no entanto uma abordagem muito diferente aos pontos de travagem e entrada em curva. Muito interessante mesmo.

Estive sempre confiante mas como disse antes, foi a corrida mais intensa que alguma vez tive. Tinha 2 pontos principais onde precisava de me defender: recta da meta e recta das boxes. No miolo tinha que ir concentrado para fazer uma linha mais defensiva e garantir que não dava muito espaço para o Pernas, pois com a qualidade dele um porta semi-aberta era mais do que suficiente. Para além disto, ir com um olho no combustível. Incrível.

Acabámos uma corrida de 45 minutos, separados por meros milésimos.

Foi uma corrida super exigente. Olhar para o espelho retrovisor, mudar para o radar, mudar para o combustível, fazer linha interior, rezar para o Pernas cometer um erro, olhar para trás, evitar levar penalizações, rezar para o Pernas levar uma penalização. Acabei a corrida de rastos. Completamente.

Mais uma vez, tiro o chapéu ao Pernas. Algumas 20 ou 22 voltas, sempre a menos de meio segundo do carro da frente, sem falhar uma travagem ou cometer um erro. IMPRESSIONANTE.

Venham mais destas!

 

P- Na próxima ronda temos a visita a Sardegna com mais um carro de Gr. N, desta feita o Fugu Z, N300. Achas que vais ser tão competitivo lá como foste esta semana?

R- Acho que é o carro mais sexy do jogo. Excepto aqueles espelhos laterais eheheh

Não sei se vou ser tão competitivo, mas gostava. Confesso que já dei umas voltitas e gostei do feeling. Parece-me que vai ser mais uma corrida tática, com poupança de combustível e com múltiplas abordagens estratégicas possíveis. Isso é sempre positivo e interessante.

Não sou um especial fã das categorias N, mas é inegável que proporcionam grandes corridas e muita proximidade nos grids. 

Voltando à próxima ronda, teremos um circuito onde mais uma vez a posição em pista é rainha, e onde há muitos poucos pontos de ultrapassagem assumidos. Arrisco-me a dizer mesmo que há apenas 2 locais de ultrapassagem (final da recta e antes na direita antes de se começar a subir), sendo que no segundo é algo arriscado.

Vamos ver… quanto a mim começarei já a treinar para tentar novamente ser competitivo!

Divisão 4B – ORT_Velozo

P- Veloso, QUE CORRIDA! 

Já há muito que desejavas um pódio?

R- Sim, desde a ronda 1 que perseguia esse objectivo. Felizmente, consegui preparar melhor esta prova, e o resultado é fruto desse treino.

 

P- A qualificação foi excelente e demonstraste estar com um ritmo muito forte e consistente. Conseguiste aproveitar bem o arranque da linha da frente? 

R- A qualificação correu muito bem. Partir da segunda posição em Interlagos pode ser benéfico na chegada à primeira curva, no entanto, o meu início da corrida não correu muito bem. O tempo de reacção não foi o melhor, aliás foi mau, ainda assim, consegui segurar o segundo lugar após a curva 1.

Podia ter sido melhor, mas também não foi muito mau.

 

P- Estiveste a liderar o pelotão umas voltas no primeiro stint antes de seres ultrapassado mas depois da primeira paragem voltaste ao comando da corrida. Percebeste nessa altura que o Senna estava de médios? Pensaste que esta estratégia te poderia roubar uma boa posição? 

 

R- Sim, percebi que o Senna tinha mudado para médios e saindo à minha frente da box iria “afetar” o ritmo de corrida do stint de softs, que eu tinha acabado de colocar. Foi uma excelente estratégia do Senna. 

Após uma volta, mais ou menos, a tentar a ultrapassagem, consegui concretizar a mesma, e depois me distanciar. Mas não foi o suficiente, para compensar depois o meu stint de médios.

 

P- No último stint, apesar de teres saído na primeira posição e até com alguma vantagem, foste apanhado pelo Senna. Sentes que foste traído pelos médios? Se fosse hoje, alterarias a estratégia? 

R- O stint de médios correu bem, senti-me à vontade com esses pneus, mas a vantagem que consegui até à volta 17, não era a suficiente para aguentar o Senna, em segundo, durante as últimas voltas. 

Em relação à estratégia, pergunta difícil…

A estratégia penso que não mudava, até porque foi assim que melhor treinei durante a semana. Evitava sim, um ou outro erro de condução, que acabou por acontecer principalmente no final do primeiro stint de softs.

 

P- Na próxima ronda temos o Fugu Z, mais um carro de estrada (N300), na difícil pista de Sardegna. Achas que a experiência com o Z8 te vai beneficiar? Já treinaste o combo?

R- Em princípio pode beneficiar, se ambos os carros tiverem comportamentos semelhantes, mas como ainda não treinei o combo da próxima ronda, é difícil ter uma opinião sobre o assunto.

 

Entrevistas realizadas por Peste_Negra_PT!